6 Dicas de ouro para alavancar o seu negócio nas redes sociais

Tempo de leitura: 4 minutos

Há alguns anos as redes sociais têm se firmado como uma das principais tendências entre os empresários para vender mais. Elas têm se mostrado cada vez mais eficazes para prospectar clientes, construir relacionamentos mais fortes e difundir marcas de forma rápida. Segundo a GlobalWebIndex, em 2019, 54% das pessoas utilizavam as redes sociais para procurar produtos.

Com a pandemia do coronavírus em 2020, a presença digital se mostrou mais necessária ainda, uma vez que as vendas físicas sofreram uma queda abrupta; assim, aqueles que ainda não haviam aderido à tendência entenderam a importância de embarcar nela. Dados como os do Ibramerc (Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado), que aponta que 41% das empresas que passaram a adotar as redes sociais obtiveram melhores resultados nas vendas, mostram a eficácia do formato.

Entretanto, com o aumento da quantidade de marcas apostando no digital, se destacar começa a se tornar uma tarefa um pouco mais complexa. Confira, a partir de agora, 6 dicas valiosas para te ajudar a fazer o seu negócio decolar nas redes sociais.

1. A escolha das redes

Em meio a tantas redes sociais pode ficar difícil descobrir em qual delas focar, para isso é importante conhecer as tendências e o perfil do seu cliente. O relatório de outubro de 2020 produzido em parceria pela We Are Social e Hootsuite, mostra que as principais redes sociais utilizadas pelo público brasileiro são o Facebook, Whatsapp, Youtube e Instagram, nesta ordem. Tendo isso em mente, basta mapear o seu público e investir nas redes em que ele se mostra mais presente.

2. Atenção com as postagens

Por mais que você utilize com a finalidade de vender, as redes ainda são sociais, ou seja, as interações do público com as suas publicações contam (e muito!). Esteja sempre atento a como o seu público alvo recebe os seus posts, isso pode interferir até mesmo na entrega do seu conteúdo para as pessoas, uma vez que o algoritmo do site pode entender que o seu post não é relevante e por isso não precisa aparecer tanto.

Com a análise das interações do público com as suas publicações também é possível mapear os interesses do seu consumidor e te ajudar a entender o que funciona e o que não funciona na hora de comunicar-se com ele. Esses dados podem ser muito valiosos no momento de vender seus produtos.

3. Caprichar na escolha do que postar e como se posicionar

Cada vez mais,0 o consumidor procura acompanhar marcas com posicionamentos e valores definidos, que oferecem conteúdos que extrapolam o universo da propaganda e podem agregar valor ao seu cotidiano. É possível observar cada vez mais a queda da relevância das chamadas interações de vaidade, como as curtidas, que foram minimizadas no Instagram em 2019, quando a rede parou de disponibilizar para os usuários o número de “likes” das imagens.

Sendo assim, passa a ser importante humanizar a sua marca e colocar-se sempre próximo do consumidor. Passaram a ser tendências de consumo posts que mostram a realidade da empresa e do empresário mostrando quem está por trás da marca, dicas aplicáveis no cotidiano do consumidor, posicionamentos sobre assuntos atuais e até mesmo demonstrações de como a empresa age cotidianamente para fazer a diferença.

4. Aproveitar os formatos oferecidos

As redes sociais disponibilizam ao usuário cada vez mais formatos para se conectar com o seu público: vídeos, transmissões ao vivo, publicações temporárias e muito mais são oferecidos para dinamizar o contato dentro dos sites. Cada uma das abordagens possui uma recepção diferente, por isso é importante fazer testes a fim de descobrir qual delas funciona melhor para a sua marca.

A pesquisa Instagram Engagement Rates, divulgada em 2020, apontou que os posts feitos em vídeo possuem duas vezes mais comentários e 38% mais engajamento, com isto é possível observar que novos formatos vêm ganhando cada vez mais espaço. Exemplo disso é o crescimento estrondoso do Tik Tok, rede social chinesa de vídeos curtos, e do Youtube.

5. Constância e Identidade

No oceano de informações que é a internet é fácil ser esquecido, sendo assim, postar com constância passa a ser uma das estratégias mais eficazes para se manter na memória do seu cliente. Entretanto, é necessário diferenciar constância de insistência. 

Cada rede social apresenta um tempo diferente de “prazo de validade” para os posts, no Facebook, por exemplo, este prazo é estimado em 6 horas, enquanto no Instagram ele já chega a atingir 48 horas. Conhecendo essas informações é possível planejar um intervalo agradável entre os seus posts, sem que seu cliente se esqueça de você, mas também não se sinta sufocado.

Outro fator que ajuda a eternizar a sua marca na mente do cliente é ter uma identidade visual bem definida. Cores, tipografia e logomarca sempre bem definidos geram no consumidor uma identificação quase automática no momento da visualização de algum post, ou até mesmo no cotidiano.

6. Tráfego pago

É possível sim crescer de forma orgânica nas redes sociais, porém este processo é, na maioria das vezes, lento. Para ajudar no crescimento você pode investir de forma estratégica em tráfego pago e obter resultados em um tempo mais curto.

Caso não tenha muito capital para esse tipo de investimento, não se desespere! Você não precisa, nem deve impulsionar todos os seus posts. Foque planejar bem as publicações, adequando-as à rede social e utilizando gatilhos para atrair o público e, assim, converter o anúncio.

7. Dica bônus

Veja como bombar seu Instagram:

Agora que você já sabe tudo isso, não tem mais por que se manter fora das redes sociais. Invista nelas e aplique as nossas dicas para ver o seu negócio crescer cada vez mais no meio digital!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: