Correios ou transportadoras: qual a melhor alternativa?

Tempo de leitura: 2 minutos

Após seu cliente encerrar o pedido de compra, chega a hora da última etapa: o envio. Apesar de existirem diversas opções para fazer o transporte de mercadorias, ainda surgem muitas dúvidas de qual é a melhor alternativa. Hoje, vamos te contar um pouco sobre a diferença entre os correios e as transportadores para você saber qual optar para fazer as entregas do seu negócio.

Uma das formas de fidelizar o seu cliente é oferecer uma forma rápida e segura de envio de mercadorias. Para isso, alguns apostam nos Correios, enquanto outros apostam nas transportadoras e alguns optam até mesmo por misturar os dois. Todas são boas opções, mas qual delas será que se encaixa melhor na sua empresa?

Peso dos produtos

Para fugir de altos custos de frete é necessário pensar no peso do produto que será enviado. Os Correios são uma ótima opção no caso de mercadorias leves e frágeis, já que o envio é taxado de acordo com o peso. As transportadoras são opções ideais para produtos maiores e mais pesados.

Cobertura de entrega

No quesito abrangência, os Correios são uma opção popular pela cobertura nacional. Entretanto, muitas vezes o consumidor precisa buscar a sua mercadoria em postos de entrega, pois a distribuição não é feita em todos os locais da região. No caso das transportadoras, a abrangência pode ser menor, mas em vários casos elas possuem parcerias com outras transportadoras e colaboradores, o que acaba aumentando a sua cobertura.

Tempo de entrega

Outro aspecto que interfere na fidelização do cliente é o tempo de entrega, no fim das contas ninguém gosta de esperar demais por aquela encomenda, né? O frete dos Correios frequentemente sai mais barato, entretanto o prazo de espera é maior. Já as transportadoras conseguem oferecer uma entrega rápida, porém com preços mais altos. É uma boa ideia apostar em apresentar os dois formatos para que o seu cliente possa escolher sozinho qual prefere.

É sempre bom lembrar que as transportadoras não entram em greve, como os Correios, portanto apostar nos dois pode ser uma forma de prevenir atrasos nas suas entregas. As duas opções também contam com a possibilidade de rastreamento de carga.

Volume de carga

Por fim, é importante pensar também no volume de carga enviado para um mesmo local. Fechar cargas grandes com uma transportadora frequentemente sai mais barato, já que é vantajoso para a empresa fechar uma carga completa. Nesses casos, os Correios saem em desvantagem pois as taxas são sobre cada produto, independente da quantidade.

E então, conseguiu decidir qual opção se encaixa mais na realidade do seu negócio? Conta pra gente nos comentários!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: