O empreendedorismo feminino cresce no Brasil

Tempo de leitura: 2 minutos

As mulheres vêm conquistando e ganhando mais força no mundo corporativo. Essa participação crescente possibilita que no futuro, ambos os gêneros possam atuar igualmente no empreendedorismo.

De acordo com a pesquisa “Empreendedoras e seus negócios”, elaborada pela Rede Mulher Empreendedora, as mulheres representam 43% dos empreendedores brasileiros. A maior parte delas atua como MEI ou sócias de micro e pequenas empresas.

Outro levantamento importante apontou que 55% das empreendedoras têm filhos e que dentre essa porcentagem, 75% decidiram adentrar o mundo dos negócios após a maternidade.

O crescimento de 14% na participação das mulheres no meio empreendedor nos últimos 14 anos tem servido como incentivo para muitas que querem se arriscar no mundo dos negócios. Porém, muitos empecilhos como o acesso ao crédito, definição do segmento do negócio, busca de equilíbrio entre atividades pessoais e profissionais são encontrados no caminho, por isso, é importante estabelecer alguns parâmetros para que a ideia saia do papel, como:

  • Participar de eventos de negócios;
  • Conhecer o universo empreendedor;
  • Identificar suas habilidades;
  • Procurar um mentor, alguém com mais experiência que pode oferecer um auxílio;
  • Acompanhar página de entidades de apoio.

Fazer somente uma pesquisa de mercado não é o suficiente, é importante testar o modelo de negócio, o fazendo funcionar como um protótipo, com clientes reais e investindo o mínimo possível nesta fase de teste.

Desafios enfrentados

Apesar dos visíveis avanços em relação à conquista de espaço da mulher nos negócios, ainda existem muitas dificuldades e desafios que impedem um crescimento ainda maior.

Durante muito tempo, muitas pessoas acreditaram que a mulher foi feita exclusivamente para cuidar da casa e dos filhos, então, ela não tinha capacidade para executar nenhuma outra tarefa que não seja relacionada ao lar e maternidade. Com o passar dos anos, a mulher foi conquistando seu espaço em outros negócios. Entrou no mercado de trabalho, chegou a cargos de liderança e hoje tem seu próprio negócio.

Número de empreendedoras cresce, mas os desafios continuam!

O caminho foi longo e ainda continua! A mulher precisa mostrar a sociedade que o seu lugar é onde ela quiser e que as características biológicas não limitam sua competência. Muitas empreendedoras, infelizmente, enfrentam esses obstáculos.

É importante ter noção desses desafios, para superá-los, de forma igualitária aos homens. Também é relevante buscar apoio em outras empreendedoras, para compartilhar conhecimento e trocar experiências.

Chegou a hora de empreender

O tempo em que o empreendedorismo feminino não era encorajado ficou no passado, isso pode ser uma ótima alternativa para a mulher que quer se manter no mercado, mas encontra dificuldades em conciliar a função de mãe com o trabalho formal, por exemplo.

Atualmente há diversas redes de apoio, como o SEBRAE, que oferecem capacitação e apoio para novos negócios. Uma pesquisa realizada pela entidade, mostrou que no Brasil existem mais de 7 milhões de mulher à frente de negócios no país. Portanto, se você tem vontade de empreender tenha foco, força e garra para realizar seu sonho. As oportunidades estão crescendo, o mercado também, aproveite!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: